Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Já tenho cebolas!

Uma nova fase da vida, um velho amor.

Já tenho cebolas!

Uma nova fase da vida, um velho amor.

A compulsão.

sugar-1.jpg

Desde que me lembro de ser gente, que me lembro de me sentir triste.

Um estado melancólico quase permanente, pesado, que me levou a procurar fuga da realidade. Ou reconforto.

Foi então que surgiu a minha compulsão pelo açúcar. Sempre que me sentia triste, ou zangada, ou simplesmente sem ânimo, umas colheradas de açúcar amarelo e ficava tudo bem.

Com o tempo o açúcar já não chegava e então basicamente eu era um sorvedor de comida. 

As voltas da vida levaram a que tivesse acompanhamento psicológico em alguns momentos da adolescência.

Para boa parte das pessoas a minha volta eu era ( e ainda há quem ache) doida. Maluca mesmo.

Já tive ideias suicidas. Já fui completamente abaixo. Já me apontaram vezes sem conta o dedo.

E o mais assustador é saber que pessoas como eu acabam mesmo por se suicidar. Percebi isso pela leitura de cartas de despedida.

Mas eu até gosto de viver. 

O problema é este fardo permanente.

Resolvi falar disto como um alerta, para se estar atento a quem está a nossa volta. Nem sempre o aparentemente bem é assim na realidade.

E sobretudo, parar de apontar o dedo.

Só quem está na situação é que sabe o quão doloroso pode ser.

 

 

 

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

  • Em segredo

    27 Outubro, 2020

    Porquê... Porque é que a vida te leva para longe dos meus braços, a cada dia que amanhece? (...)

  • Atão, como é?

    16 Julho, 2020

    1_"sou homem peludo avantajado e procuro so rapariga de maior idade do alentejo para prazer (...)

  • Tu.

    14 Julho, 2020

    Deixas-me sem jeito. Tropeço nas palavras, nos meus próprios pés, na minha timidez. O (...)

  • E tu, e esse teu charme...

    15 Maio, 2020

    A facilidade com que me entrego a ti é irrisória. Não precisas de me tocar para te querer, (...)

  • Para o jeitoso do fim de semana passado, mais um q...

    12 Maio, 2020

    Passei boa parte da noite assim, a ver-te dormir, estudando-te os traços da fisionomia por (...)

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub