Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Já tenho cebolas!

Uma nova fase da vida, um velho amor.

Já tenho cebolas!

Uma nova fase da vida, um velho amor.

A ganza.

P* ta da minha sorte por gostar de um ganzado.

images (1).jpg

Vou direta para o inferno depois de escrever isto.

Mas...

Já não sei que faça.

Aliás, a vida é tua e fazes o que bem entenderes.

Mas...

De cada vez que olho pra ti , de charro na mão e a sorrir feito tolinho, o pensamento é sempre o mesmo:

-Que desperdício.

De inteligência, beleza e charme.

-Que pena.

Se a tua ideia de vida é ser um ganzado ad eternum, então não te mostres.

Não demonstres o teu raciocínio rápido, a tua astúcia. A tua avidez por sabedoria, por coisas novas.

É delicioso ver-te viver.

Ser tu, o tipo que deambula pelas salas com uma leveza extraordinária, culto e extrovertido, vivido mas que nunca perdeu a humildade.

E a tua gargalhada...

Estar na tua companhia sem uma ganza na mão é animação certa.

Partilhar pontos de vista já é mais arriscado, dado a facilidade com que me desarmas, dada a minha timidez...

Depois há a ganza, os teus amigos da ganza, perderes a noção com a ganza, fazeres figuras graças a ganza..

Constantemente.

À medida que te fui conhecendo, fui descobrindo o teu potencial, coisas que onde irias dar cartas, de certeza.

Comércio de ganza não é uma delas, acredita.

O anonimato nestas bandas permite descarregar a fúria, muito embora te tenha aprendido a respeitar e a aceitar, tal e qual como és.

Mas...

Caramba, eu gosto de ti, gosto de ti mesmo ganzado, e queria ver-te bem.

Quero-te bem.

Abre os olhos, levanta a cabeça. Olha o que estás a perder. Recupera a respeitabilidade.

Meu amor, por favor.

Eu tenho estado aqui, e vou continuar aqui.

Mas...

 

p.s: este texto é meramente pessoal, portanto, não tenho nada contra a ganza em geral.

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

  • Em segredo

    27 Outubro, 2020

    Porquê... Porque é que a vida te leva para longe dos meus braços, a cada dia que amanhece? (...)

  • Cenas de gaja

    24 Julho, 2020

    Reclamamos quando estamos sozinhas mas quando aparece algum pretendente pomos mil e um (...)

  • Tu.

    14 Julho, 2020

    Deixas-me sem jeito. Tropeço nas palavras, nos meus próprios pés, na minha timidez. O (...)

  • E tu, e esse teu charme...

    15 Maio, 2020

    A facilidade com que me entrego a ti é irrisória. Não precisas de me tocar para te querer, (...)

  • Para o jeitoso do fim de semana passado, mais um q...

    12 Maio, 2020

    Passei boa parte da noite assim, a ver-te dormir, estudando-te os traços da fisionomia por (...)

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub