Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Já tenho cebolas!

Uma nova fase da vida, um velho amor.

Já tenho cebolas!

Uma nova fase da vida, um velho amor.

Desabafo ao fim do dia.

Mary, 20.05.20

6803ff75efc47f19cd69a25145fcc26837679005_00.jpg

Há coisas que só uma mulher sabe.

São as mulheres que carregam o mundo nas costas.

Somos a força motriz, na retaguarda durante tanto tempo e agora, mais do que nunca, perdemos o medo de pegar nas rédeas desta porra toda.

Somos mais do que a maquilhagem, o rabo empinado e os saltos. Somos isso tudo e muito mais num compacto de coragem andante.

Somos destemidas.

A coragem e a sagacidade é algo que trazemos já no adn, já nascemos como que avisadas que o mundo não vai ser nosso amigo.

Porque o mundo ainda não é um lugar bom pra se ser mulher.

Escrevo isto num exercício de auto-motivação, eu que durante tanto tempo dizia aos meus pais que queria ser homem para poder ser livre.

Afinal bastou sair lá de casa. 

Só tenho irmãos e de momento só trabalho com senhores. E não, não me sinto uma princesa. Mas sou tão ou mais feminina do que a profissão me permite.

Aliás...já levei com esse mito.

Tive pessoas que achavam que eu era meio-arrapazada. Depois vêm-me de cor de rosa, de brincos e toda a aparência de gaja boa que sou.

Afinal tudo é conciliável!

Só há uma coisa em que invejo os meus colegas: a facilidade com que podem fazer xixi no campo.

Eles é virarem as costas e bota largar águas.

Já eu, é andar km atrás de um sitio onde  possa...sem ter mirones.

Já eu, sou mulher no meio deles e não me posso queixar que não me respeitam, bem pelo contrário, sempre pedi que não me tratassem com cerimónias por isso. Estou em igualdade, vá, sou a chefe.

E como digo tantas vezes a minha mãe...coragem, mulherada! 

Isto não anda fácil...

 

 

4 comentários

Comentar post