Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Já tenho cebolas!

Uma nova fase da vida, um velho amor.

Já tenho cebolas!

Uma nova fase da vida, um velho amor.

E tu, e esse teu charme...

15.05.20, Mary

ansios.jpg

A facilidade com que me entrego a ti é irrisória. Não precisas de me tocar para te querer, não precisas de dar mote para o que já devia estar a acontecer, não precisas de te dar ao trabalho de seduzir : já te pertenço.

Já me sinto parte de ti, da tua pele morena, do cabelo rebelde e dos olhos cristalinos. De cada sinal, de cada curva cujas minhas mãos tacteiam tanto com ternura como com vigor. Em cada gesto, em cada ressoar da voz, já há algo de meu, já há algo de subentendido, a que devo prestar atenção porque vais tirar a limpo se realmente dei atenção.

Obedeço-te ao que me apetece, dou-me quando me apetece e apeteces-me sempre. Encurralas-me nos abraços, encaminhas-me por entre a ternura para a loucura apoteótica do final. 

Contigo esqueço, desapareço e só regresso no fim, desgrenhada, suada exausta mas com um sorriso de orelha a orelha, igual ao que usas para me levar ao fundo desse nosso mundo.

E esta noite, vamos?