Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Já tenho cebolas!

Uma nova fase da vida, um velho amor.

Já tenho cebolas!

Uma nova fase da vida, um velho amor.

Já tenho cebolas!

tumblr_mn727wOs4k1s8756oo1_400.jpg

Já tenho cebolas, uma casa, carta de condução e um amor verdadeiro.

Por isso é altura de ir.

O blog nasceu da necessidade de escrever sobre aquilo que ficava subentendido nos meus desabafos rotineiros.

E sempre lhe chamei O diário das minhas putas tristes, como o livro, porque inicialmente era dos meus desamores que falava.

" Conheci" aqui o homem que me inspirou verdadeiramente.

Que deu origem a textos e a orgasmos. Que me apresentou a algo que eu não tinha: atitude.

E eu achava que ia ser eu e o meu blog e os meus desamores para sempre. A poderosa Mary.

Depois apaixonei-me.

E senti que se perdeu a génese da minha escrita, pelo menos aqui.

Continuarei a escrever, porque a escrita é e sempre parte de mim.

Obrigada a quem me acompanhou e foi vendo as cebolas e toda a evolução deste alter-ego que vai ter sempre um lugar especial no meu coração.

Inté!

 

Ancestrais

A estupidez do racismo em Portugal

4218fdfd62a8384c7df7b0832da73312.jpg

Tenho ascendência africana, pelo lado materno.

Não nasci com carapinha como a minha tia e primas mas gostava...

O meu cabelo é liso e chato. Herança do lado paterno.

Gosto de pensar que um familiar distante veio lá de Cabo Verde para esta pequena terra e ficou, gerou descendência e deixou a magia que faz daquele arquipélago um lugar tão único.

Numa altura em que o racismo sobe de tom, era bom recordar a essa gente que boa parte de nós é descendente dos escravos que os duros e puros portugueses foram buscar a África.

A raça mais forte disseminou-se. Ou achavam-se linhagem direta do bravo Viriato?

Pensem que até o nosso primeiro rei era filho de um cruzado da Borgonha!

França, oh lá lá!

A nossa terra sempre foi de muitos e sempre será. 

Tanto é português o cigano como o habitante da Cova da Moura.

O beto da Quinta da Marinha e o morcon do Porto.

O provinciano e o alentejano.

Pensem que Portugal é um país pequeno mas com tanta diversidade..

O verdadeiro patriotismo devia começar por aí: orgulho da mescla.

Orgulho em ter diferentes ascendências..

Orgulho da mistura.

E eu só lamento não ter carapinha....

Mas gosto tanto de mornas...

 

 

Merda

unnamed (10).jpg

Todas as vezes em que disse para não vires...

Em que fui rude contigo.

Em que fiz fitas..

Em que mostrei mais o mau feitio do que a tremenda paixão que tenho por ti...

Olho o estacionamento e sinto a tristeza crescer dentro de mim...

O choro não sai..

O grito fica preso na garganta...

Mas porque não aproveitei mais o tempo contigo?

Porque tomei a tua presença como garantida?

Merda...

 

 

Em segredo

tumblr_2541ee537164fcc75012cb05232defe8_e19f17aa_1

Porquê...

Porque é que a vida te leva para longe dos meus braços, a cada dia que amanhece?

Não podemos ficar naquelas boas figuras em que estamos quando o despertador toca?

O desejo gosta de se adiantar e acorda-nos antes da hora para termos tempo até a hora, para maldizermos a hora, para adiarmos por mais 5 minutos o inadiável...

Não sei quem deseja mais quem, ele provoca e eu deliro, quando sou eu a querer ele parece que pressinte..

Acabamos sempre a gargalhada. Ele ainda tem tanto de menino, tão terno, tão apaixonado, tão quente..

E eu cada vez mais rendida, não questiono, vivo, dou-me.

Ele sorri. De cada vez que está comigo o olhar brilha tanto..

A minha cama já não faz sentido sem a chamar de nossa.

A tua pele colada na minha é aquela sensação doutro mundo.

Mas o tempo não pára nestes momentos. Bem queremos mas...

Somos tão felizes em segredo, nesse enredo feito entre lençóis, noite após noite.

Espero que não tenha final tão cedo.

 

Against Bárbara

 

Três dias em casa sem conseguir ir para o campo e sinto-me a beira do colapso.

Três dias a olhar para as paredes, sem ânimo, com atenção triplicada as previsões do estado do tempo.

Três dias a ouvir agoirentos, a tentar não me passar, a implodir internamente para não perder a postura. E a revolta é maior quando acabam por ter razão.

A chuva vence. O trabalho não se faz e não há encaixe financeiro.

Fica a frustração e a raiva. 

Não é justo querer levar o barco para a frente e haver barreiras.

Não devia haver obstáculos para os obstinados. Não devia, simplesmente.

Por um lado tenho orgulho da minha natureza determinada.

O outro lado é não ter seguidores.

Mas espero que os meus colegas percebam a tempo que a agricultura não é para fraquinhos.

Ou bem podem ir pensando em mudar de ramo profissional.

 

 

Quando era tua amante

monica-bellucci-femme-fatale-backstage-tales.jpg

Éramos só tu e eu...

Nas tuas noites mais solitárias.

Nos teus dias sem graça e encontravas fuga no meu sorriso..

Quando te perdias destravado nas minhas curvas. 

Quando te revelavas a medo nas pequenas coisas...

Quando te achava grande por pequenos gestos..

E mesmo longe, amei-te.

Porra, como te amei!

Fui atrás..

Tentei lutar mas não tinha armas perante o teu comodismo.

Tentei ter-te mas nunca quiseste ser...

E no final...

Afinal só foste incapaz de lutar pela tua felicidade.

A tua vida continua monótona e eu encontrei estabilidade.

A vida segue e em boa hora segui sem ti.

 

Acendo um cigarro enquanto espero por ele...

A noite promete.

 

 

 

A entrega

36a94a5da53dad87bc606057af13799d.jpg

Estou de direta.

Ou talvez ainda não tenha acordado...

Ainda te vejo ali deitado, na minha cama cada vez mais nossa, depois duma noite mágica...

Ainda tenho dúvidas se não foi tudo um sonho bom..

Maravilhosamente bom.

O quarto está num desalinho...

Encontro o meu pijama amarrotado e as minhas cuecas perdidas nos lençóis...

Nas paredes ainda ecoam as gargalhadas, as confidências, os beijos ruidosos...

Coitados dos vizinhos.

Mais do que te sentir, a noite passada foi o meu render definitivo a ti.

Foi o meu render a uma história improvável, a um amor calmo e doce mas cada vez sedutor.

Um amor de tal modo forte que já vai sabendo driblar o meu azedume, mas sobretudo, o meu mau feitio, que sempre achei defesas  intransponíveis.

Substimei-te. E de que maneira.

 

 

Agradecer

51ab4a7ea43ad326c7e1acbf6b4a510f.jpg

De cada vez que o abraço, agradeço baixinho ao Universo.

Tantas noites a chorar por quem não me queria...

Tanto orgasmo com um corpo quente mas uma alma tão fria...

Tantas frases de desejo despudorado...

Sabem bem ao ego mas é só isso.

Tanta busca por um ideal...

E acabo apaixonada por alguém fora dos meus critérios de busca no Tinder e no Badoo.

Mas é real. 

Um sentimento em crescendo.

Um arrepio bom na pele quando me toca.

Uma ansiedade verdadeira quando ele está para chegar.

E o mau é mesmo o tempo passar tão depressa quando estamos juntos.

Ainda assim..

He makes me smile...

He makes me feel so peaceful..

I love him so much.

 

Bom dia, bom domingo :)

 

 

 

 

 

Simplificando

tumblr_2a29c573995dc7db37bfefc3ee143045_500648f8_4

Ele chegou...

Deixo o stress, a loiça por lavar, o que ainda falta para adiantar para depois...

Esqueço quem passa quando me abraça...

Abraço bom que me sabe tão bem.

Ele está aqui. Finalmente.

E envolve-me num beijo ternurento...

Ri-se da minha preocupação em não estar gira para o receber..

Sabendo de sobra que passei o dia a contar as horas para o voltar a ver...

Com medo do que possa acontecer nos entretantos...

Mas...

Ele está aqui, o tempo vai voar e não tarda nada vou ter que me despedir...

Custa...

Tanto...

Sei que é amor...simples.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

  • Em segredo

    27 Outubro, 2020

    Porquê... Porque é que a vida te leva para longe dos meus braços, a cada dia que amanhece? (...)

  • Cenas de gaja

    24 Julho, 2020

    Reclamamos quando estamos sozinhas mas quando aparece algum pretendente pomos mil e um (...)

  • Tu.

    14 Julho, 2020

    Deixas-me sem jeito. Tropeço nas palavras, nos meus próprios pés, na minha timidez. O (...)

  • E tu, e esse teu charme...

    15 Maio, 2020

    A facilidade com que me entrego a ti é irrisória. Não precisas de me tocar para te querer, (...)

  • Para o jeitoso do fim de semana passado, mais um q...

    12 Maio, 2020

    Passei boa parte da noite assim, a ver-te dormir, estudando-te os traços da fisionomia por (...)

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub